domingo, 15 de janeiro de 2017

Owen K Waters: A ENORME ESCALA DA CRIAÇÃO


A Enorme Escala da Criação
Por Owen K Waters
15/01/2017

Na Idade Média, a maioria das pessoas trabalhava a terra. Eles eram camponeses que raramente se aventuravam longe de seu lugar de nascimento, então seu conceito do mundo era bem pequeno. Da mesma forma, seu conceito de Deus, o Criador, era pequeno em escala. Para eles, Deus era um todo-poderoso, sábio, idoso, humano- como uma figura que vivia em algum lugar acima deles e um dia, iria julgá-los em pessoa.

As pessoas, na época, não perceberam o tamanho maciço do planeta em que estavam. Para eles, a maior parte de seu universo podia ser visto do topo da colina mais próxima. Hoje, com a cosmologia e o telescópio Hubble para nos ajudar, nossa visão do tamanho do Universo foi cada vez mais ampliada.

O que aprendemos, desde a Idade Média, inclui estas realizações:

1. A Terra não é o centro do Universo. Aparentemente, quando isso foi descoberto, isto veio como um choque.

2. A Terra é redonda. Esta era uma excelente notícia na época: você não mais se preocuparia em avançar pelo mar e navegar para fora da borda do mundo.

3. A Terra viaja ao redor do Sol. Isso significa que, embora a vida moderna na Terra possa parecer cara às vezes, ela vem com o bônus adicional, uma vez por ano, de uma viagem grátis ao redor do Sol.

4. O Sol, é mais de um milhão de vezes maior do que a Terra.

5. Existem 200 bilhões de outros sóis em nossa própria galáxia.

6. Existem mais de 100 bilhões de galáxias no Universo.

7. Grande como O Universo é, para que Deus possa estar em toda parte, Deus tem que ser ainda maior.

Quando você vê Deus como o Ser Infinito, O Tudo que É ou, o Absoluto, você tem um senso de escala que ainda engloba toda a Criação, não importa o quanto o Universo se estica. A infinidade do Ser Infinito abrange todo o espaço. A parte "Ser" do Ser Infinito criou todo o espaço dentro de sua consciência.

De fato, em um universo cheio de possibilidades infinitas, como sabemos que este não é apenas um dentre muitos universos? A possibilidade de que existam universos infinitos em toda a Criação atrapalha ainda mais a mente. Se existem universos infinitos, então o nosso é apenas um pequeno, se comparado com a extensão do Ser Infinito, o Criador de Tudo O Que Existe.

A questão é: onde o indivíduo se encaixa nesta enorme escala da Criação?

Como indivíduos, cada um de nós aparece como uma parte manifesta da infinita variedade de possibilidades da Criação. No entanto, isso é apenas a aparência externa.

Quanto mais fundo na consciência você viaja, mais você se torna consciente de que o Todo é Um. Que as possibilidades infinitas são todas expressões do Um. Abaixo de toda expressão está apenas o Um, e o Um é o Ser Infinito.

Na realidade suprema, 'Tudo é Um', você não é apenas uma parte do Ser Infinito, você é um ponto de vista do Um. Nada pode ser verdadeiramente separado do Um. Só pode ser outra faceta ou outro ponto de vista do Um.

Isso significa que você é Úm. Você é um Ser Infinito.

Agora, talvez não seja apropriado, neste mundo externo de pessoas separadas, anunciar: "Eu, pessoalmente, sou o Ser Infinito". Mas, à medida que você viaja para dentro, para dentro daquele espaço sagrado de seu ser interior, a verdade amanhece. Você percebe que, no fundo, isso é o que você é. Você é o Ser Infinito, assim como todos os outros, no nível de sua mais profunda essência espiritual.

Porque as pessoas são uma expressão do Ser Infinito, o potencial dentro de cada um de nós é infinito.

Não há limites para o que você vai se tornar em sua jornada de volta ao seu lar espiritual original. E, não precisa haver limites na vida que você está agora liderando.

A sociedade se beneficiará enormemente quando essas realizações se tornarem comuns. Hoje, entretanto, as possibilidades são que, durante toda sua vida, você foi pressionado a ser modesto ... mundano, padrão. A sociedade se apavora com a idéia de que uma pessoa possa pensar-se como importante. "Nem pense em levantar-se acima da sua estação", eles gritam.

É certo que os egos inflados podem ser um aborrecimento cansativo, mas é hora de questionar qualquer condicionamento social que ponha limites ao potencial humano. Uma sociedade que incentive todos os seus membros a desenvolverem todo o seu potencial seria mais solidária, criativa e produtiva. Todos se beneficiariam.

Quanto mais cedo mais pessoas pensarem em termos do potencial humano ilimitado, mais cedo eles vão saturar a atmosfera global da mente do planeta com essa ideia de uma Nova Realidade.

Basta manter o pensamento de si mesmo desta forma:

"Ser Infinito, potencial infinito."



Traduzido por Adriano Pereira (blogluzevida@gmail.com)



Postar um comentário